Priti Dubey

Passando adiante: a história de Priti Dubey

Depois de se formar na universidade, Priti Dubey foi atraída pela Johnson & Johnson Consumer Health, onde começou sua carreira como estagiária de pesquisa. Inspirada pelos incontáveis mentores brilhantes que apoiam sua carreira como mulher em STEM, Priti agora leva essa experiência adiante por meio de seu trabalho liderando o WiSTEM2D, um programa da empresa criado para despertar o interesse das meninas por ciência, tecnologia, engenharia, matemática, manufatura e design.

Mentores ao longo do caminho

Durante seu tempo no programa de trainees de pesquisa na Johnson & Johnson, Priti foi apresentada a colegas de todos os cargos e funções dentro da empresa, o que lhe permitiu construir fortes conexões que orientaram sua carreira. Ela agora é uma cientista principal para Soluções de Saúde e Bem-Estar, ajudando a evoluir e inovar dentro do centro de matéria-prima.

A Johnson & Johnson acredita fortemente no poder da rede e, por meio de minhas muitas experiências variadas, fui capaz de me conectar com pessoas fortes do setor a quem posso chamar de mentores.

Credito meu sucesso ao longo dos anos aos meus muitos mentores e seu apoio consistente e inabalável. Sei que essas influências positivas farão parte da minha vida profissional e pessoal por muito tempo, e procuro qualquer oportunidade de estender a mão e agradecê-los por estarem ao meu lado."

Mentorada que se tornou mentora

Para pagar essa mentoria no STEM, Priti atua como líder do pilar da juventude para o WiSTEM2D, que significa Mulheres na Ciência, Tecnologia, Engenharia, Matemática, Fabricação e Design. "Por causa do apoio que recebi por meio de mentoria, eu soube que queria retribuir e fazer o mesmo pelos outros." Este programa de mentoria STEM que cultiva a curiosidade conecta os pensadores da Johnson & Johnson com meninas para abrir seus olhos para as possibilidades e incentivá-las a seguir carreiras nessas áreas.

Ela supervisiona os dedicados voluntários que trabalham com meninas de 8 a 22 anos de idade. Muitas das voluntárias são mulheres que antes não tinham confiança para a matemática ou demoravam a dominar a química, mas agora ocupam funções importantes em STEM na Johnson & Johnson. Como Priti, todas dizem que se veem nas crianças com quem trabalham.

“Sinto-me inspirada pela curiosidade e potencial que vejo dentro de cada menina que passa pelo programa. Essas meninas são o futuro da ciência, e mal posso esperar para ver o que farão. Elas me fazem lembrar porque me tornei cientista em primeiro lugar. De muitas maneiras, o Credo nos orienta em tudo o que fazemos. ​​​​​​​Então, quando apareceu a oportunidade de casar meu interesse pessoal com iniciativas de RSE da empresa, eu fiquei emocionada."